Entrada Franca
De 7 a 10 de Abril
no kartódromo municipal

# DanadodeBom

Cubatão festeja os 67 anos de um município Danado de Bom

Dia da Cidade teve comemorações especiais no âmbito do Festival de Cultura Nordestina
 
Com a apresentação-surpresa de "Viva Cubatão", uma marcha solene baseada no hino da cidade, produzida pelo maestro inglês Peter Koval e executada pela Banda Marcial de Cubatão, ocorreram na manhã deste sábado (9) as comemorações do Dia de Cubatão, desta vez integradas ao Festival de Cultura Nordestina Cubatão Danado de Bom, que prossegue até a noite deste domingo (10), no Kartódromo, atrás do Paço Municipal, com muitas atrações e entrada gratuita.

O maestro inglês chegou a Cubatão em 1984 e, após uma passagem pelos Estados Unidos, radicou-se na cidade à qual dedicou aquela marcha, além de inúmeras outras composições inéditas apresentadas em colaboração com os Grupos Artísticos de Cubatão. A Banda Marcial também acompanhou apresentações especiais do Corpo Coreográfico Municipal, além do "Parabéns a Você" pelo 67º aniversário de emcancipação político-administrativa de Cubatão - todas bastante aplaudidas pelo numeroso público, formado por estudantes, familiares e outros visitantes.

A prefeita Marcia Rosa foi representada pelo vice-prefeito Donizete Tavares do Nascimento, acompanhado pelo secretário de Governo Fábio Inácio e demais secretários. O ato festivo começou com caminhada cívica, apresentação de pelotões das Unidades Municipais de Ensino (UMEs) Padre Manoel da Nóbrega e Padre José de Anchieta, seguindo-se o hasteamento de bandeiras. Participaram também os alunos do Ensino Fundamental das UMEs Usina Henry Borden, Ulysses Guimarães e Luiz Pieruzzi Netto.

Às 11 horas, o Teatro de Arena especialmente montado no recinto do festival ficou lotado para a encenação de "O Auto da Compadecida", pela Realce Produções Culturais, sob direção de Alex Moreira e Diego Domingues, com patrocínio do Instituto InterCement e Proac-SP. Escrita em 1955 por Ariano Suassuna, o grande homenageado desta edição do Festival Cubatão Danado de Bom, esta peça de grande sucesso já foi transformada em filme e minissérie de televisão.

Festival - Com Moraes Moreira e Davi Moraes subindo ao palco principal na noite deste sábado e Pablo, o Rei da Sofrência, atraindo o público neste domingo à noite, prossegue no Kartódromo a quarta edição do Danado de Bom, um festival em homenagem à cultura nordestina realizado na cidade que é considerada a mais nordestina fora do Nordeste Brasileiro.

Outros artistas locais e regionais também se apresentam nos palcos do festival, que conta ainda com cidade cenográfica, restaurantes e lanchonetes com comidas típicas nordestinas, artesanato, apresentações culturais diversas, além de oficinas no espaço infantil Danadinho de Bom e uma exposição das obras do dramaturgo, romancista, ensaísta e poeta nordestino Ariano Vilar Suassuna (1927-2014), cuja família recebe homenagens neste sábado à tarde no Teatro de Arena.

A 4ª edição do Festival da Cultura Nordestina Cubatão Danado de Bom tem o patrocínio da Elog, com apoio da Unipar Carbocloro. O evento é promovido em parceria com Associação Comercial e Industrial de Cubatão (ACIC), Ciesp Cubatão e Santos e Região Convention & Visitors Bureau e realização da Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura, Governo Federal, Prefeitura Municipal de Cubatão e Associação dos Artistas.